Arquivo para agosto \17\UTC 2010

O cheiro dela

Viu-se só
Buscou, no violão, companhia.
Congelou-lhe a coxa.
E não tinha o cheiro dela.

Anúncios

A Deusa

Olhou pra ela com olhar de bobo.
Com aquela cara de quem adora deusa.
A Deusa dele.

Olhou pra ela com olhar de choro,
E viu naquela cara de quem sabe que é deusa.
Que a Deusa fere.